segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Semana da Diferença nas escolas do 1º ciclo

         Para assinalar a comemoração da Semana da Diferença, entre 5 e 9 de dezembro, nas escolas do 1º ciclo, foi explorada a história “O pequeno trevo”, de Ana Cristina Luz e também uma música “Somos iguais, diferentes” em simultâneo com um vídeo sobre a diferença. Seguiram-se várias atividades desenvolvidas em contexto sala de aula.
       Esta atividade foi importante para promover os direitos humanos das pessoas portadoras de deficiência, promover a inclusão escolar e social, interiorizar e exercitar a cidadania e promover a igualdade de oportunidades. 
 Visou também explorar a importância da alegria, da amizade, fraternidade, igualdade na diferença.
       As crianças sentem-se diferentes por várias razões. Infelizmente num mundo que se centra na aparência exterior, no talento visível e no ideal físico, as crianças podem ser levadas a considerar a diferença como motivo de vergonha. Os adultos devem reconhecer esses sentimentos, e ao mesmo tempo assegurar às crianças que as características que as tornam diferentes dos outros também as fazem ser um dom único para o mundo.
       Com esta atividade pretendeu e conseguiu-se que as crianças interiorizem e cresçam com coragem, determinação para aceitar, valorizar e festejar as diferenças que existem entre nós.
As crianças que nascem com deficiências são capazes de ter uma vida a mais normalizada possível. A aceitação e compreensão das suas diferenças por parte dos irmãos, família, amigos e colegas são fundamentais. Nada como abordar o tema com naturalidade frisando o muito que têm em comum, pois todos podem ser capazes, embora todos iguais, diferentes.

Em Briteiros-Igreja


 

Em Barco